15.6.08

RONALD DAVID LAING.


É VERDADE.
NOTA BIOGRÁFICA:
Ronald David Laing, renomado e controvertido psiquiatra, conferencista e autor de vários livros, rebelou-se contra a psiquiatria ortodoxa e buscou um novo método de tratamento da loucura. Nasceu em Glasgow, Escócia, em 7 de outubro de 1927, e faleceu em 1989. Teve uma infância de sofrimento, por apanhar surras de seu pai, tormentos que superava refugiando-se em "um ponto no espaço sem qualquer dimensão"; então leu intensamente desde a Bíblia até os filósofos e cientistas de renome. Ronald David Laing, renomado e controvertido psiquiatra, conferencista e autor de vários livros, rebelou-se contra a psiquiatria ortodoxa e buscou um novo método de tratamento da loucura. Aos 14 anos, lendo Platão, sentiu despertar em si o interesse pela
psicologia.

Após formar-se em medicina na Universidade de Glasgow em 1951, Laing serviu um período no exército e na sua prática convenceu-se de que um comportamento "maluco" pode ter um efeito salutar se for permitido o seu curso sem supressão por meio de drogas e choque elétrico, o que caracterizaria a linha existencialista trazida à psiquiatria.
No início da década de 70 estudou com mestres budistas e hindus em Ceilão, Índia e Japão, e fez conferências nos Estados Unidos. Faleceu em 23 de agosto de 1989 quando em férias em St. Tropez, França.

Principais obras: The divided self, 1960; The politics of experience and the bird of paradise, 1967; Self and others, 1969; Knots, 1970; The Politics of Family, 1971; Reason & Violence: A Decade of Sartre's Philosophy (with D.G.
Cooper), 1964; Do You Love Me?: An Entertainment in Conversation and Verse, 1976; Intervista sul folle e il saggio, 1979; The Voice of Experience, 1982; Wisdom, Madness and Folly: The Making of a Psychiatrist, 1985.

3 comentários:

Francine Esqueda disse...

Olá!? Adorei passar por aqui!
Está tudo muito, muito bom, tem semanas que nao sei se meu preferido é esse aqui ou o pimenta!!!
Tenha uma boa semana!
Beijos... pra vc e para filhota!!

Vieira Calado disse...

Não conhecia este rapaz.
Mas a verdade é que a vida é uma doença sexualmente transmitida.
Boa!
Bjs

Carla disse...

Também não o conhecia, Rose, mas ele falou tudo!
E o que nos resta?
Apesar de tudo, viver intensamente!
Bjao e otima semana!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...