23.2.09

PÓ MARROM DO CHIFRE-DE-VEADO.


Sabia que era coisa de planta mesmo, mas nem imaginava o quanto foi bom saber sobre aquele pozinho marrom que (sempre) aparece nas folhas do meu CHIFRE-DE-VEADO.
Esse pó marrom que aparece nas pontas do Chifre-de-Veado são chamados de soros. Os soros são conjuntos de esporângios ou gametângios de pteridófitas, que se localizam na face abaxial das frondes (face inferior das folhas). Traduzindo: O chifre-de-veado está se reproduzindo. Cada grânulo do pó marrom é um esporo. Estes esporos tem o mesmo objetivo que as sementes das plantas mais evoluídas (gimnospermas e angiospermas). Eles são originados de divisões meióticas e se encontrarem condições adequadas, germinarão, dando origem aos gametófitos da espécie chifre-de-veado.
Os gametófitos são plantas muito pequenas que podem se reproduzir sexualmente, originando gametas masculinos e femininos que se conjugam formando zigotos. Ao contrário dos esporos, os zigotos originarão chifres-de-veado como os conhecemos (fase de esporófito). Isso se chama alternância de gerações, e esta é a forma que samambaias, avencas e chifres-de-veados encontraram para se reproduzir com variabilidade genética.
Quando o chifre-de-veado forma soros, é sinal de boa saúde. Da mesma forma que as outras plantas só florescem quando estão bem. Comemore se aparecerem os soros! É sinal que você está cuidando bem da sua planta.

7 comentários:

Espaço do João disse...

Bom DIA QUERIDA ROSE.
Assim acontece com as samabaias que nós chamamos de fetos, os asplénios, as avencas e outras plantas criptogâmicas.
Quanto á camélia branca oferecida á Laura, tem um fundamento muito especial:- A Laura éra uma amiga virtual, que depois passou a ser amiga fisicamente. Não ouvia há 50 anos, fez um implante e, felizmente correu tudo bem. Já houve como qualquer pessoa. Se fores ao blog Réstias de Sol que está num dos meus links , saberás muito sobre a Laura e, porquê gostamos dela. Deve ser uma felicidade e, ao mesmo tempo uma confusão conhecer os sons depois de se deixar de ouvir aos 6 anos de idade. Eu Também não gosto do carnavaj, e já assisti a um no Brasil. Não fiquei por freguês pois não gosto de balbúrdias. Passa um bom feriadão e diverte-te. Beijos papai João

Carla disse...

Vivendo e aprendendo com vc, amiga!
E o Carnaval? Espero que esteja descansando tanto quanto eu...
Bjo.

cris disse...

Ei Rose,
agora eu fiquei com vontade...
Vou comprar um pra mim!
Mas antes preciso saber se o ambiente aqui em casa é bom pr ele...
Bjo querida!

Cris Bolbosa disse...

Rose, depois de ler com muita atenção (sim, porque essas palavras dificeis já não são para minha cabeça gasta, eheh), consegui perceber o modo de multiplicação dessas plantas. Penso que cá, talvez pela falta de humidade e calor, elas não se consigam reproduzir assim. Excepto aqueles fetos e avencas silvestres, das zonas muito húmidas. Agora em casa, será possivel ver plantinhas bébés? Seria muito interessante.
Beijos
Cris

Anônimo disse...

Maravilhosa informação, que objetividade e clareza na colocação das palavras. Muito bem, continue assim que a sua participação no esclarecimento para os interessados no assunto (como eu), é de extrema importância. Parabéns pelo conteúdo desta página. Eu tenho um chifre-de-veado e está muito bonito, só que quando vi esse pó marrom nas folhas fiquei pensando que a planta estaria morrendo, pensei em consultar a internet e abri de cara o seu site.

ana celina germano disse...

adorei, achei que minha planta estivesse doente, e arranquei algumas pontas, qd foi hohe pela manhã vi que tinha mais, i resolvi pesquisar e de cara vi suas explicações bem claras. Foi muito bom, agora sei que minha planta está bem tratada. Obrigada.

ana celina germano disse...

adorei, achei que minha planta estivesse doente, e arranquei algumas pontas, qd foi hohe pela manhã vi que tinha mais, i resolvi pesquisar e de cara vi suas explicações bem claras. Foi muito bom, agora sei que minha planta está bem tratada. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...