18.2.11

O TRISTE FIM DE UMA RELAÇÃO


Chegou ao fim uma relação de 12 anos.
Acabou meu relacionamento com um grande companheiro.Meus filhos não concordaram mas eu sei o que é bom para todos aqui em casa.
Fiquei triste mas teve que ser assim, foi melhor.
Não estava dando mais , desgastou, ficou impossível conviver com o companheiro.Companheiro de muitas alegrias.
No começo era tudo divertido.Ele íntegro,forte, novo, bonito,cheiroso,sem defeito algum.
Com o passar dos anos eu já queria algo novo, diferente.Estava cansativo vê-lo todos os dias.Por mais que eu tentasse mudar algo nele, não era a mesma coisa:Roupa nova, outras posições(como tentei!!!!) e nada...Queria outro.
Foi meu companheiro de horas e horas de filmes, recebia meus amigos numa boa,aceitava qualquer um e nunca reclamava.
Sempre calado,até que um dia notei algo diferente e vi que o fim daquele relacionamento estava perto.Era inevitável, culpei e ainda culpo meus filhos pelo estrago, o desgaste e o fim.Me culpo também por não ter colocado regras em casa e não tê-lo respeitado, mas achava que ele estava ali era pra o que der e vier, fazia sol ou chuva eu contava com ele pra tudo.
Ele me servia sempre calado,aconchegante e nunca me cobrava nada.
Nas noites frias bastava um edredom , um bom filme e ficávamos ali, encolhidinhos, um curtindo o outro.Meus filhos o adoravam,chegavam a brigar por causa do colo delicioso que só ele sabia dar.
Eu abusava.Tudo era por cima dele,manchando-o, machucando-o.
Num belo dia de sol, olhei-o com cara de desgosto e resolvi colocá-lo para fora de casa.Olhei bem os defeitos,as imperfeições,manchas que o tempo não perdoa e disse(com uma certa tristeza):
_Chega!Basta!Vá e espero que não volte mais, se Deus quiser.Já me serviu, já deu o que tinha que dar e agora basta!Cansei!
Foi aí que ele partiu, como sempre calado.
Ficou um enorme vazio, um buraco,um vago.Mas superei, eu estava á procura de um outro que ocupasse aquele lugar.Quero agora um clarinho, novo e que atenda aos meus caprichos,que suporte meus filhos e as visitas que sempre recebo.
Estou muito feliz, pois aguardo ansiosa a chegada do MEU NOVO SOFÁ.

12 comentários:

remall disse...

essa crônica me deixou com o coração na mão...

Maria Luiza disse...

Ai Rose!!!
Q susto!!!!
Vc me mata do coração!!!
Boba!!!!!

Já postei o convite do encontro!!!!
Se quiser pode levar o sofá!!rs

bjs

Caeacasa - Cá Pires disse...

Seá que só a mim vc não assustou? Eu tinha certeza que era um sofá!
bjão

La sonrisa de Hiperión disse...

Otro fin de semana mas que me tienes entre tus cosillas. Genial como siempre.

Saludos y un abrazo.

Cristina disse...

Oi Rose!!!

Nossa desatenta como sou...é claro que imaginei que era o fim do seu casório!!!
Pensei...nossa que calma é essa???rsrsrsr

Um beijo

Vieira Calado disse...

Coisa que acontecem...

amiga!

Saudações poéticas

Ela disse...

Hehehe... quase caí nesta...
Abraços, Ela

cris disse...

Oba!!!!!!!!!
Adoro coisa nova!
Espero que seja confortável e elegante! Quanto ao antigo, aposto que ainda aparece alguém que precise dele!
Beijos!

Espaço do João disse...

Bem me queria parecer que você me estava a enganar com tanta escrita.
Ainda bem que conseguiu seus intentos.
Lá diz o ditado e, não é menos verdadeiro.
Não há mal que não se ature nem bem que sempre dure. Contente? Então agora é gozá-lo em beleza.
Um beijo de amizade
João

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Rose, gostei do texto...Espectacular....
Cumprimentos

Carol Carneiro disse...

Kkkkkkk....Rose, nem imagina como li este post! Fiquei arrasada por vc e pensei como vc estava bem no encontro mesmo depois de tudo isso...rsrsrsr...ainda bem q/ me enganei, gata! Ufa! graças a Deus! bjs e foi ótimo nosso encontrino, né? Quase não conversamos, pois fui embora mais cedo!Carol Carneiro

Cris disse...

Puxa Rose, que susto, não a estava a ver tratar assim outra pessoa, eheh:)
Beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...