4.11.11

OÍDIO DA ROSEIRA.


Minha roseira trepadeira deu os primeiros botões e já está com dodói.
Uma camada branca tomou conta dos botões e dos brotos.Enlouqueci e pesquisei.Descobri que se trata de um fungo.
Oídio da roseira, branco da roseira (Oidium leucoconium) 


Teleomorfo: Sphaerotheca pannosa
O oídio da roseira, causado pelo fungo Oidium leucoconium, é a  fase imperfeita do patógeno. É uma doença de grande importância por dispersar-se rapidamente e causar desfolhamento, comprometendo a produção de flores. No Brasil, a doença é causada pelo fase assexuada do fungo.
Danos: Sob ataques severos, há encarquilhamento e queda de folhas, sendo este o principal problema causado pelo fungo. Pode haver morte dos ápices dos ramos, o que impede o aparecimento de novas brotações ou dá origem a brotos subdesenvolvidos. Botões florais infectados não abrem. Essas características de desfolha, morte de ramos e não produção de flor resultam numa queda acentuada da produção, provocando grandes prejuízos. Dias quentes e ensolarados e noites claras e frias são ideais para a proliferação do patógeno. A presença de água livre na superfície das folhas inibe o desenvolvimento do fungo, impedindo o desenvolvimento da doença. 
Controle: Em plantas que apresentam sintomas são recomendadas a poda e a queima das partes doentes. Pulverizações preventivas com fungicida são uma medida de controle importante. Ao surgirem os primeiros sintomas em cultivares susceptíveis em condições favoráveis também devem ser realizadas aplicações de fungicida.
Fonte:AQUI,Ó.

4 comentários:

Dreamer Girl disse...

Oi Rose, tive que podar duas roseiras pelo mesmo motivo. Talvez as roseiras possam ser beneficiadas pela calda bordalesa. Tem tudo explicadinho no wikipédia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Calda_bordalesa
Boa sorte com as roseiras.
Abraços.

Imac by Artes disse...

Rose querida!
Quando isso acontece a gente fica triste. Cada vez mais as pragas estão ficando resistentes as inseticidas.
Abraços! Um final de semana abençoado.

Maria Luiza disse...

Rose, que pena. Dói na alma, eu sei. Eu tenho um único e mirrado pé de rosas que nem dá mais rosas, mas o fungo chama-se Pandora, a cachorra filhote de 10 meses que destrói tudo. Mas fungo mesmo de chorar e me desesperar está nos meus ciprestes. Como pulverizar em tamanha altura??? Ele secou e no meio da seca, há sempre um brotinho verde, mas depois ele seca. Que dó. Beijão!

Laísa disse...

as minhas roseiras estão lindas, podo elas anualmente sempre nos meses de junho a agosto, de preferência na lua minguante, as minhas rosas são arbustivas, antes de podar sempre retiro os ramos, fracos fininhos e mal formados, depois as podo na altura de 80cm à 1m. para retirar os pulgões eu jogo detergente com água com um pequeno borrifador.
Dica: Não as molhe demais, e nem molhe direto nas folhes se não eles podem dar fungos e apodrecer!! Bjss gente! Boa sorte com as rosas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...