28.4.08

"ABRE ASPAS", BLOGAGEM COLETIVA.



CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
"Cortar o tempo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente."
---------------------------------------------------------
TENHO UMA CERTA ADMIRAÇÃO POR ESSE POETA, POETA DO POVO.
TIVE VÁRIAS OPÇÕES PARA ESTA POSTAGEM COLETIVA.MAS LOGO PENSEI NELE, CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, LI BASTANTE SOBRE A SUA VIDA.SIMPLES E DIVERTIDO, APESAR DA FEIÇÃO SÉRIA E CARRANCUDA.
FRANCO E SENSÍVEL, PALAVRAS CLARAS E "PICANTES" EM RELAÇÃO AO AMOR.

---------------------------------------------------------
"Os homens distinguem-se pelo que fazem, as mulheres pelo que levam os homens a fazer."

---------------------------------------------------------
"Há duas épocas na vida, infância e velhice, em que a felicidade está numa caixa de bombons."
---------------------------------------------------------
QUADRILHA

"João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história."

7 comentários:

Vieira Calado disse...

Claro que ele era um grande poeta!
Quanto a postar um poema meu, pode fazê-lo, quando quiser.
Agradeço é que coloque o meu link de poesia.
Mas... acontece o seguinte:
já está a ser impresso um novo livro meu "Soltos & Dispersos II" que, além de inéditos, tem poemas meus que foram divulgados noutros blogs (dois desses poemas, divulgados em blogs brasileiros).
Mas será então para o III da série.

Beijinhos

Carla disse...

Como você, Rose, tenho Drummond como meu poeta e escrito favorito, ao lado de Mário Quintana.
Impossível não ler e não sentir.
Você já leu alguma poesia erótica dele?
Muito legais, mesmo.
Bjão e otima semana.

Andréa Motta disse...

Eu vim agradecer sua adesão à blogagem Coisas do Brasil e esbarrei em Drummond...Nem preciso lhe dizer como gosto dele; você deve ter visto que o texto motivador do meu blog é "Mundo grande". Seu post ficou lindo!
Respondendo suas perguntas sobre a blogagem, as regras são muito simples: no dia 16 de maio, postaremos um artigo falando sobre a cidade brasileira onde nascemos ou moramos; depois de publicá-lo é só me avisar para que eu possa colocar o link no meu blog e avisar às pessoas de que você já o publicou. Já coloquei seu blog na lista de participantes. Um abraço e linda semana!

Andréa Motta disse...

Só um detalhe: você já havia confirmado sua participação antes! Um abraço!

Dama do Lago disse...

Simplesmente genial.

Lunna Montez'zinny disse...

Um mestre, maravilhoso e seu silencio nos proporcionou tanto. Sua face cansada que alguns diziam triste. Acho que todo poeta é triste, mesmo que a face não demonstre. Bravo.
Grata pela sua participação...

Leonor Cordeiro disse...

Os versos de Drummond são eternos...
Parabéns pela escolha !
Grande abraço !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...